Posts com Tag ‘webhit’

Clique na foto para ampliar e dar um confere na releitura de Vanusa para a clássica Garota de Ipanema.

vanusator

Para se divertir a valer, acesse o tradutor da Vanusa, o Vanusator.

Para twittar: http://wp.me/pdGj4-C9

Era com esta interjeição que os repórteres do jornal onde fiz meu primeiro estágio anunciavam um furo (dado ou tomado). “Calça” significava “calça arriada”. Quem deu a “calça”, então, furou. E quem levou a “calça”, foi furado.

Ontem, no início da madrugada, lançamos com exclusividade aqui no LIXEIRA DO POP o vídeo Leave Belchior Alone, que acabara de ser publicado no YouTube por nossa GARI Natalia Weber.

Já no final da tarde, o G1 (sim, furamos o G1 mais uma vez) publicou uma reportagem sobre o assunto, que você confere aqui.

Para twittar: http://wp.me/pdGj4-BY

Sucesso profissional é difícil. Sucesso na vida amorosa, ô… Sucesso é coisa que todo mundo quer, e com a internet e a democratização dos meios de produção, todo mundo tem vontade de emplacar um sucesso. A era prevista por Andy Warhol chegou: dá pra todo mundo ter 15 minutos de fama… Mas como conquistar o seu? Estaremos todos à mercê das regras ocultas da viralização cibernética? Porque uns blogs são muito acessados, enquanto outros – muitas vezes com maior qualidade – são levados ao ostracismo?

Tipo, quão bom é o blog do Eri Johnson? Complicado…

Vamos ver o que tem se tornado webhit hoje em dia… O menino David doidão depois do dentista, a pobre tartaruga copulando com um tênis, o garotinho de 1 ano gritando “Gol do Santos”. O que as pessoas que postaram esses vídeos fizeram? Somente passaram para seus amigos, que movidos de profundo interesse repassaram pra outros amigos e aí a coisa vai, vai e toma proporções absurdas. A fama vem mas sempre haverá um novo webhit nos próximos dias.

Tenho pensado em como forjar um webhit quando eu mesma coloquei um vídeo no Youtube. De cara, minhas pretensões cairam na real: o tema é segmentado demais, nem todo mundo acha graça/entende, não tem nenhum bebê ou animal fazendo palhaçada (apesar de ter um cachorro medroso!). Estamos fazendo o máximo na divulgação e contando com a ajuda das pessoas para indicar e repassar, mas ainda não atingimos o ponto de desequilíbrio, se um dia o atingiremos… No fim das contas, nós nos divertimos muito nas gravações, e ainda rimos bastante quando vemos o querido videozinho.

Mas e você? É, você! Vai que você acha engraçado! É, sei lá! Ficou interessado? Aviso que é uma produção mambembe e humilde… mas faz graça com os pseudo-intelectuais acadêmicos! Maneiro né? Quer ver? Quer ver??? Ah, legal! Vou mostrar pra você! Eba!

Luciene Albuquerque (Priscila Biancovilli) é uma aluna do último período de Comunicação Social com dificuldades para escrever sua monografia. Eis que, misteriosamente, uma entidade pseudo-intelectual chamada Maria Ephigênia Bombonière (Natalia Weber) surge em sua casa para auxiliá-la nessa árdua tarefa. Com muito didatismo e vocabulário impecável, Bombonière explica o passo-a-passo de uma monografia nota 10 e guia a estudante pela sua apresentação perante os intelectuais professores responsáveis por sua avaliação.

Mais infos e curiosidades, aqui: http://monografiapseuda.blogspot.com. Reparem na trilha sonora, hein!

p.s.: Você sabia que o pai do Davis (o do dentista) tem um blog e tá tentando faturar com seu webhit? É, tem que tirar o máximo, o cara tá tentando estender seus 15 munitos para uns, sei lá, 16… O cara tá produzindo uma camisas com as frases “de efeito” (ou sob efeito, hehe). Sei não, eu num usaria uma camisa escrito “David After Dentist” (com referência ao Youtube em vermelho – que gênio!), mas vai que você gosta? Aqui.

A gente já colocou aqui, e você deve ter sido uma das 6,7 milhões de pessoas que viram o coitado do menino doidão depois do dentista…Webhit total. Surfando por aqui, conferi, entre os milhares de remixes e releituras do vídeo do tal menino (tipo, Darth Vader after dentist e etc), um vídeo que junta o moleque sedado com o áudio do piti que o ator Christian Bale (o Batman Begins, o Dark Knight, aquele mesmo) deu no set de filmagens do filme Terminator: Salvation.

Se você tá por fora, é assim: aparentemente um tal assistente do set fez a marcação errada, ou algo do tipo. Estragou a cena, o Christian Bale deu um piti daqueles, xingou mil palavrões. O piti foi gravado e claro, caiu no Youtube. Agora dá pra brincar…

Why so serious? Why so angry?

Why so serious? Why so angry?

Tem gente até falando que era assim que ele tratava o pobre do Heath Ledger antes de… é, humor negro.

Agora, o melhor disso é que o DJ  americano Lucian Piane fez um remix com o piti, no melhor estilo “na pista”. Em uma semana, o vídeo já levou 2 milhões de acessos no Youtube. Para o Jornal do Brasil, matéria aqui, o DJ declarou: “A gravação original era tão rica em musicalidade que não pude resistir”.

O remix ficou hilário e super bem feito (com participação especial surpresa!). E bem feito pro Bale, quem sabe ele toma juízo e para de dar piti por aí. O cara nem tinha muita razão, ficou xingando o pobre do assistente mandando um fcknfckfcnk atrás do outro sem nenhum argumento.

Se vocês se lembram, o intérprete do Morcegão já foi parar na polícia acudado de agredir… a mãe! (Bat-mãe! A piada mais pronta que há!) Ou seja, já tem histórico, o rapaish… tsc tsc. Anger management djá!

Olha o vídeo do remix aí, gente!

Trata-se de um garotinho de sete anos, David, sendo filmado pelo pai. Coitado! O pai zoa muito com o moleque, que estava anestesiado após ir ao dentista. De acordo com o texto que acompanha o vídeo, o paizão alega que o garoto tava muito nervoso antes da consulta e, como ficou “daquele jeito” depois, acho que seria legal gravar e mostrá-lo depois.

Eu, hein!

Pai: Sim, eu sei. Como você está?
Menino: Eu… num tô… tintindo… nada…
P: É?
M: Eaaaaaa… Tô bem.
P: Pode se sentir bem?
M: Essa é a vida real?
P: [risos] Sim. Essa é a vida real.
M: Ok, agora… Ok, agora… Eu tenho dois dedos.
P: Bommm!
M: Eu tenho quatro dedos.
P: Quatro dedos? Nãnáninánão! Não coloque [o dedo] na boca. Ok? Você tá bem?
M: Eu não posso ver nada…
P: Sim, você pode </Obama>. Fique no seu lugar.

[cansei de traduzir; pulemos pro final do vídeo]

M: Eu me sinto ridículo. Por que isso tá acontecendo comigo?
P: Tá tudo bem. São só os remédios. Ok?
M: Iiiiisso vai ser pra sempre?
P: [risos] Não. [mais risos] Isso não será pra sempre. [risos]

O vídeo está no ar desde a sexta-feira passada e, até a publicação deste post, às 9h20min, já havia sido assistido quase quatro milhões de vezes.

Eis o primeiro candidato a webhit do ano, Cadê Xoxó?.

Como a Dança da Galinha Preta foi lançada em 2008, concorre apenas na categoria Webhit do Verão. Eis a seguir o primeiro forte candidato a Webhit do Ano: Cadê Xoxó, pelo pessoal do Kibeloco:

“Arrepiô? É nóis no Carnaval, meu amigo”