Posts com Tag ‘UFF’

A Gari do Pop Natalia Weber segue nos divertindo e – o que é melhor – nos dando furos. Vejam só:

20 de julho de 2009, no Blog do Ancelmo, no GloboOn

13 de julho de 2009, UMA SEMANA ANTES, aqui nesta LIXEIRA DO POP

Como as próprias Organizações Globo dizem, o furo é fruto da competência.

Anúncios

Agora, o vídeo:

“Filmasso!” Foi com esta sensação que eu saí na última segunda-feira do cinema da UFF, após assistir à animação “baseada em fatos atuais” Valsa Com Bashir (Waltz With Bashir, dir. Ari Folman, Israel/Alemanha/França, 2008). Conta a história da invasão do Líbano, em 1982, sob a ótica de militares israelenses (os invasores) e de um correspondente de guerra. As imagens fortes do horror da guerra “descem mais fácil” com o uso do desenho animado, mas não são atenuadas. No final, uma cena capaz de emocionar boa parte do público.

O longa é inquietante e nos deixa com aquela sensação de que não dá mais pra concordar com uma guerra. Mostra como os cristãos são crueis e como os palestinos também o são; que não existe mocinho numa guerra. Muitas vezes a gente se esquece disso, né?

Quem ainda não viu e mora perto de Niterói tem a chance de dar um confere. Até o próximo dia 28, Valsa Com Bashir fica em cartaz no Cinearte UFF (Rua Miguel de Frias 9, Icaraí – Niterói). Hoje, às 19h10 e de amanhã até quinta que vem, às 21h. Os ingressos inteiros custam R$ 2 às segundas, R$ 6 de terça a quinta e R$ 8 de sexta a domingo. Não recomendado para menores de 16 anos. Leia mais no G1.

A seguir, dois trailers:


A trilha sonora é um espetáculo à parte:


Trata-se de um filme tão importante quanto Hotel Ruanda (Hotel Rwanda, dir. Terry George, EUA/Itália/África do Sul, 2005). Aliás, quem não viu este filme sobre a guerra civil no país africano, precisa ver o quanto antes.

Curta-metragem sobre as paisagens do Rio e o tal “jeito de ser” tipicamente carioca. Assisti pela primeira vez anteontem, quando foi exibido no Encontro Nacional dos Estudantes de Comunicação (Enecom). Produzido por amigos que estudaram com a gente na UFF, ficou em segundo lugar na categoria “Filme com Celular”, do concurso Rio Criativo, organizado pela Firjan.

A sinopse é a seguinte:
Durante uma tarde de sábado, jovem carioca liga para os amigos para saber qual é “a boa da noite”. Ninguém dá a resposta definitiva, mas enquanto se comunicam, a cidade é descrita — visual e verbalmente — a partir do local em que cada um estava quando recebeu a ligação.
À noite, por acaso, a surpresa de um grande encontro…