Posts com Tag ‘Record’

Não sabe? Pois preste atenção a esta reportagem, publicada nesta terça na Folha Online:

VIVENDO COM XUXA, LUCIANO SZAFIR DIZ QUE NÃO PENSA EM CASAMENTO

Apesar de estar vivendo com a apresentadora Xuxa, o ator e modelo Luciano Szafir disse que não pensa em se casar.

“Por enquanto, não quero casar”, disse Szafir a Ticiane Pinheiro, que comanda o quadro “Café da Manhã” do programa matutino “Hoje em Dia”, da Record.

[Enfim, dane-se! Vamos pular pro último parágrafo, que é o que interessa!]

Na entrevista, o ator revelou que chegou a ser cogitado para integrar o elenco da série americana “Barrados no Baile”, sucesso televisivo nos anos 90, devido ao seu domínio da língua inglesa.

Impossível não lembrar de Pepeu:


Só não fui porque o Brasil precisa mais de mim do que os gringos

Enquanto a coluna do Daniel Castro na Folha de S.Paulo hoje afirma que:

A cerimônia do Oscar 2009 não deverá ser exibida pela Globo no dia 22 de fevereiro, pois a data coincide com o domingo de Carnaval.

(…)Segundo o colunista Daniel Castro, a emissora irá decidir o destino da transmissão do Oscar na próxima terça-feira (27).

No entanto, há grandes chances do Oscar ser sacrificado.

Os ganhadores do prêmio devem ser anunciados ao longo do desfile das escolas de samba.

Eu duvido (DUVIDO!) que a TV Globo troque a grande audiência certa do desfile das escolas de samba do Rio pelo risco de transmitir o Oscar para cinco pessoas (entre elas os dois Garis que curtem o disco Pop) que preferem fazer qualquer coisa a cair na folia.

Podiam, ao menos, liberar pro SBT transmitir. Porque, certeza: enquanto o samba estiver rolando na Globo, Bandeirantes, Manchete Rede TV!, TVE TV Brasil e na Record, o SBT passará normalmente o filme de 8 e Meia no Cinema (como sempre, a partir das 22h30 e cheio de intervalos) e os Teleseriados, praticamente sem break comercial.

É nessas horas que o Silvio se redime e prova que o SBT também pode ser MARA!

Ah, não custa lembrar que o TNT, na TV paga, transmite o Oscar.

E a gente nem vai comentar aquele erro (barriga, no jargão jornalístico) tosco que o jornal Diário do Sul da Bahia publicou e o Kibeloco espalhou por aí.

Paulo Henrique Amorim
Confesso que não conseguia entender direito essa história do Daniel Dantas, Nahas e Pitta. Então, fui procurar e achei um especial sensacional feito pelo Paulo Henrique Amorim (“Oi, tudobêim?”). Segue, então, essa indicação porreta pra quem quiser entender este escândalo. Como o PHA agora é rico e trabalha por conta própria, realiza o desejo de todo jornalista: poder escrever tudo o que quiser, sem depender de decisão patronal, nem de imposição dos anunciantes. E faz isso no site dele, Conversa Afiada.

Na cobertura feita pelo PHA, tem aquilo tudo o que a gente gosta e os coleguinhas da imprensa não divulgam: nomes, valores, ligações de criminosos com políticos, partidos e cargos desses políticos e a explicação detalhada de toda a tramóia. Nada imparcial, mesmo porque nenhum veículo é imparcial. Ficam(os) buscando a neutralidade, mas sempre estão(estamos) de um lado da história. E isso não é necessariamente ruim. Ok?

Os GARIS lêem, recomendam e alertam, porque vêm aí as eleições.


Direto do Adnews:

Artistas e técnicos da TV Globo se sentiram frustrados na semana passada. Descobriram que a queda da audiência na estréia da programação 2008 aconteceu por falha do Ibope. Atrações como “A Grande Família”, “Toma Lá Dá Cá”, e “Casseta & Planeta”, perderam até três pontos na medição geral. Neste último caso, se computados os números errados, seria a pior reestréia dos “Cassetas” na emissora. O Ibope reconheceu a falha e emitiu nota de desculpas. A informação foi divulgada hoje pelo colunista do jornal Folha de S.Paulo, Daniel Castro.

Segundo o comunidado, o Instituto detectou que havia um domicílio de Santo André (Grande São Paulo), assinante da Net ABC/Vivax, que estava sintonizando um canal descadastrado no que chamam de “tabela de alinhamento”. Após verificação, descobriu-se que tal emissora é o Canal Universitário, canal 18 no ABC. Porém, a tentativa de consertar o erro não deu certo. Ao invés de o alinhamento ter sido feito com a Net ABC, o reparo foi realizado na Net São Paulo, onde o canal 18 é o da Globo. Logo, a audiência da Globo cravada na Net São Paulo, no período entre 1º e 3 de abril, foi atribuída ao Canal Universitário.

Ou seja… Cerveja! O Canal Universitário de Sampa ficou aí três dias com uma audiência média de três pontos, o que o coloca à frente da MTV, da Rede TV! e da TV Cultura. Se bobear, ficou à frente até do SBT também, que não anda bem das pernas.

Devo acreditar que devem ter sido os três dias mais felizes da história do Canal Universitário paulistano, já que a audiência deste tipo de emissora costuma ser traço-traço. Deve ter alguém com síndrome de Robin Hood no Ibope. Bom, mas vamos ver o que – de acordo com a grade do Canal Universitário – roubou a audiência da Vênus Platinada: na terça, enquanto a Globo transmitia Casseta e Planeta e Toma Lá Dá Cá, o Canal Universitário passava as imperdíveis atrações Debate Aberto e Repórter São Marcos, ambos produzidos pela Universidade São Marcos; na quarta a Globo mandava pro ar o futebol e o Canal Universitário transmitia Antenados e Coletiva, da Universidade São Judas, e Recorte, do Mackenzie; já na quinta-feira, último dia da alegria, A Grande Família reestreava na Globo, enquanto o Canal Universitário passava uma atração que não aparece no site deles. Alguém sabe qual seria?

Em tempo: a bisparada deve ter adorado isso tudo.