Posts com Tag ‘futebol’

Porque o Adriano não devia ter contado sobre suas decisões a um monte de jornalistas numa coletiva. Não seria mais legal se ele resolvesse “abrir o jogo” pra Regina Casé, no Fantártico?

regina-case-adriano1Não!

Anúncios

ronaldomicrofoneEssa é pra quem ficou com pena do Ronaldo, após o Fofômeno </ZéSimão> ter sido atingido pelo microfone de um repórter. Importante dizer que a culpa não foi do repórter, mas do segurança do jogador, que tentava – acredite – protegê-lo.

Os dois vídeos a seguir eu achei no recém-nascido blog do Paulinho Calça Frouxa. Veja só que torcedor animado, comemorando a vitória do Atlético de Bilbao. :

E o que me dizem do repórter da CNN Pedro Pinto reclamando do ataque dos torcedores?

Esse tipo de sufoco não é exclusividade dos coleguinhas estrangeiros, não. Aqui no Brasil, volta e meia rola algo do tipo:

Depois de afinar nosso italiano com o Kaká no Globo Esporte, chegou a vez de praticar nosso inglês com o jogador de futebol brasileiro Anderson (seleção e Manchester United), em sua primeira entrevista “em inglês”. E bota aspas no “inglês” dele:

Encontrei isso no blog Futebol do Rio e achei curioso.  Esse post faz uma comparação entre dez clubes brasileiros e dez bandas de Rock. Lógico que eu não concordo plenamente – tem umas coisas bem preconceituosas e outros argumentos que são facilmente quebrados – mas é bem bolado de forma geral. E viva o Metallica! ( logo vocês vão entender).

Metallica nos anos oitenta

Metallica nos anos oitenta

Botafogo = Rolling Stones
Seria o maior na década de 1960, se não houvesse os Beatles, ou melhor, o Santos.
Teve em Satisfaction o seu Garrincha, mas hoje vive como uma sombra do que foi há 40 anos. Recentemente tocou junto com Justin Timberlake, o que representou uma queda de divisão; porém, ao tocar com o AC/DC, deu a volta por cima e retornou à elite.

Vasco = Oasis
É meio sem graça, mas fez bastante sucesso nos anos 90 conseguindo grandes feitos. Famoso pelas sandices do seu frontman Eurico “Gallagher” Miranda. Hoje em dia ainda consegue uns lampejos de sucesso.
Mas continua sem graça.

Flamengo = Metallica
Foi rei nos anos 80. A era Zico, ou Master of Puppets, foi marcante na história e até os desafetos reconhecem.
Dos anos 90 em diante, conseguiu ainda bastante fama, embora seja visível que ao longo dos anos só tem piorado.

Fluminense = Stone Roses
É uma bandinha legal. Ninguém odeia. Costuma ter certo prestígio entre críticos musicais/esportivos-, mas, embora famosa na Inglaterra, fora do país ninguém conhece.
Resumindo, é uma banda simpática.

São Paulo = Queen
A banda já foi eleita a melhor do mundo uma quantidade razoável de vezes. No entanto, mesmo com grande sucesso e feitos históricos, o que chama grande atenção no grupo é uma tendência um tanto quanto afeminada, não se sabendo exatamente se é elegância ou uma atitude bambi de ser.

Santos = Beatles
Na década de 60, o conjunto o melhor. Teve confrontos lendários contra os Rolling Stones – Botafogo – mas normalmente levava a melhor. Enquanto metade da banda já se foi, os Stones estão na ativa até hoje. Esse é o único ponto em favor do Botafogo talvez explique sua vitória no brasileiro de 95. Mas de vez em quando lançam algum som remasterizado ou algum achado historico, que só aparecem por um tempo também, mas logo somem.

Palmeiras = Aerosmith
Muito sucesso no passado, depois ficou de lado por um bom tempo… daí fez uma parceria com a Parmalat(Run–DMC) e voltou ao destaque, se mantendo nele por um tempo. Chegou até perto do topo do mundo, mas não teve sorte. Agora voltou a ficar de lado.

Corinthians = Linkin Park
Embora nunca tenha conseguido nenhum grande feito em sua história, tem uma legião de fãs, fiéis e chatos. Ao mesmo tempo, tem uma quantidade enorme de gente que odeia. Talvez a única vez que consiga ser o melhor do mundo seja em mundiais fajutos como o de 2000.

Atlético-MG = Pink Floyd
Teve seu auge na década de 70 e foi pioneiro no Rock Progressivo (tal qual o Galo foi o primeiro campeão brasileiro). Embora tenha saído da grande mídia por um bom tempo continua amado e idolatrado, inclusive pelas novas gerações que nunca os viram tocar. Os bastidores da banda sempre foram complicados levando à inevitável separação do grupo. No galo os problemas de bastidores levaram o time a acumular uma dívida gigantesca e a cair para a segundona. Os dois se assemelham também na multidão que arrastamem suas apresentações.

Cruzeiro = Village People
Embora faça grande sucesso até hoje, sempre foi mais conhecido pelo apelo homossexual de seu estilo do que pela suas canções.
Têm um grande feito em comum que estampam com muito orgulho, embora seja motivo de zoação para os demais,
YMCA é a “triplice coroa”….e vivem cheios de vaidades!!!

Manja o braço de Rebecão

Manja o braço de Rebecão

Pois é. A notícia bombástica do dia fica por conta de Rebeca Gusmão, que se viu obrigada a largar a natação profissionalmente pro resto da vida e decidiu se dedicar agora ao futebol. Feminino, tá?

Sem querer criar climão, bem acho que o Dunga poderia fazer um teste com ela.

Olha, toda a sorte do mundo para Rebecão, mas, se não rolar uma carreira no futebol, o judô ainda é uma esperança.

😉

Não necessariamente nesta ordem. É o Lobão em uma entrevista bem bacana no Papo com Benja, da TV Lance!. Clicaê na imagem pra ver o vídeo!

De um amigo que cobre a Série B do Campeonato Goiano: “É futebol indie“.