Posts com Tag ‘Coldplay’

Lembra daqueles jogos infantis nos quais tínhamos de fazer perguntas a um copo? Parece que na Inglaterra esse tipo de brincadeira também rolava, e acabou inspirando um game disponibilizado pelo Coldplay no site oficial da banda. O jogo dá a chance ao fã de escutar trechos do novo EP do grupo, Prospekt`s March, que chega às lojas no dia 24 de novembro.

Para ouvir as músicas, o internauta deverá acessar este link e fazer uma “pergunta” a um copo d´água. À medida que você vai passando as páginas, trechos das novas canções tocarão nos alto-falantes do computador, mas é preciso paciência. O site limita-se a dizer que se você for realmente sortudo, ouvirá pedaços de quatro canções de Prospekt`s March.

Se você não tem muita paciência para “joguinhos”, dá para conferir alguns trechos do novo trabalho do grupo britânico no vídeo abaixo.

Perfect Symmetry

Perfect Symmetry

O trio inglês (Tim Rice-Oxley, no baixo, na guitarra e no vocal, Richard Hughes, na bateria e Tom Chaplin no vocal e na guitarra) lançou oficialmente na última segunda-feira (13) o disco Perfect Symmetry (Island Records), nas lojas da Europa. Trata-se de um petardo muito bem produzido, com sons maduros e que mostra uma evolução considerável na sonoridade da banda que passeava entre o modismo do indie rock e a melancolia do Coldplay.

Desta vez, arriscaram mais e deu certo. Por quê beber da fonte da banda de Chris Martin (Somewhere Only We Know, do disco de estréia Hopes and Fears, de 2004) se o U2 ainda está aí pra influenciar? Por quê apostar num som que parece Strokes (Is it Any Wonder?, do segundo álbum, Under the Iron Sea, de 2006) se você pode criar algo tão bom quanto?


Spiralling (radio edit)

Provavelmente foi nisso que eles pensaram quando decidiram fazer de Spiralling o single de lançamento, distribuído por alguns dias gratuitamente no site da banda. O som, animadíssimo, não lembrava de forma alguma aquela banda que, quando passou pelo Brasil, fazia sucesso com Crystal Ball. Em compensação, pras pistas, me parece melhor até que o já citado Is it Any Wonder?. A versão “álbum” de Spiralling, inclusive, soa tão boa e tão “pista” quanto a do single, apesar de ter 51 segundos de música a mais. Na verdade, parece que são duas músicas diferentes, já que a versão completa não fica parecendo a “radio edit com mais instrumentais”. Isso é ótimo!

Claro que Spiralling faz as honras da casa e abre o CD, que logo depois baixa o bpm ao som de Lovers Are Losing, que, assim como Black Burning Heart, tocaria mole em qualquer lounge descolado na noitada. Da safra influenciada pelo U2, podemos citar a faixa-título, que é bem pop, You Don’t See Me, que é mais lentinha, com uma bateria calma, uma percussão de leve e um vocal que é a cara do Bono. Como eu gosto dos irlandeses, achei ótimo! O legal é que antes a gente ouvia algumas coisas do Keane e pensava: “é o Coldplay?” e agora pensamos: “parece U2, mas tem personalidade diferente; quem será?” Pretend That You’re Alone segue a mesma linha mais tranqüila.


Lovers Are Losing

Além de Spiralling, há outras duas faixas mais animadinhas – mas não tanto quanto ela: Better Than This, Again & Again, ambas com palminhas, e ainda You Haven’t Told Me Anything, que parece boa pra pistas alternativas, como a da Casa da Matriz, no Rio (mais precisamente aos sábados).

E, se o Keane decidiu agradar a todos os gostos dessa vez, é claro que rolam umas baladinhas lentinhas, que lembram os dois discos anteriores. Uma é Playing Along e a outra é Love is The End, que, adivinhe, fecha competentemente o CD.

Eis a lista de faixas do álbum Perfect Symmetry, previsto pra chegar às prateleiras brasileiras somente no dia 28 de outubro, mas disponível desde o dia 7 na internet:

1. Spiralling
2. Lovers are Losing
3. Better Than This
4. You Haven’t Told Me Anything
5. Perfect Symmetry
6. You Don’t See Me
7. Again & Again
8. Playing Along
9. Pretend That You’re Alone
10. Black Burning Heart
11. Love is The End

Sim, Lucas, você errou!

Será que alguém aí sabe qual a estratégia de marketing empregada pelo vocalista do Coldplay Chris Martin? É que ele tem dado as caras com A MESMA camisa de manga longa. Pelo menos desde o clipe de Viva La Vida.

Reparou, na camisa branca com um V na lateral abdominal direita?

Pois esta semana a agência Associated Press liberou uma foto dele, no meio da rua, durante um show pra uma emissora de TV dos Estados Unidos. E nem precisa reparar muito pra ver que é a mesma camisa. Agora, suja, encardida… Eca!

A pergunta que fica é: V de quê, Chris?

De vingança é que não é, uma vez que ele está na trilha do Bono e isso não combina muito. Pode ser de vegan… De vermelho também não é, porque na terra dele, seria R de vermelho. Questão intrigante… Será que os fãs chatonildos do Muse não saberiam responder?

Se bem que, por falar no Bono… Pode ser uma nova ONG. Tipo quando o Chris Martin aparecia com a mão rabiscada “Make Trade Fair”. hmmm… Uma ONG combina com ele. Podia chamar o Bono pra ser sócio. Acho que deve ser o sonho da vida dele ter uma ONG junto com o Bono.

Só queria mesmo era vê-lo, um pouco mais encardido, na premiação do Grammy.