Arquivo da categoria ‘Pirata da perna-de-pau’

Madrugada de sábado pra domingo começando e o GARI aqui… em casa! Fazer o quê, né? Montei um mixtape e espero que curtam:

O setlist é o seguinte:

1. 3Oh!3 – Richman
2. Chew Lips – Salt Air (Suds and Soda Clash Up)
3. Cut Copy – Lights and Music
4. Marina and The Diamonds – Hollywood (French Soler remix)
5. Depeche Mode – Dream On
6. The Gossip – Pop Goes The World
7. MSTRKRFT feat. Freeway – 1000 Cigarettes
8. Cage The Elephant – Lotus
9. White Stripes – Seven Nation Army (Tim Deluxe Bootleg remix)
10. Justice – DVNO (Sunshine Brothers mix)
11. Pet Shop Boys – Love Etc. (Beautiful Dub)
12. Friendly Fires – On Board
13. Hot Chip – Take It In
14. Moby – Natural Blues (Mike D remix)

Tuíte-nos: http://wp.me/pdGj4-FF

O nosso freak favorito desde que Britney deixou os cabelos crescer, Mr. Michael Jackson, anunciou na última semana que pretendia fazer o show mais sensacional que o mundo já viu. Para isso, ele queria contar com  animais selvagens como um elefante, uma pantera, além de macacos e papagaios, durante as 50 apresentações caça-níquel marcadas para julho deste ano na O2 Arena em Londres.

Os protestos contra a decisão do Wacko Jacko não tardaram. O PETA, grupo que luta pelo direito dos animais, já se posicionou contra o grupo que luta pelo direito dos animais, já se posiciou contra o grupo que luta pelo direito dos animais, já se posicionou contra o cantor alegando que os animais pertencem à Africa e não devem estar no palco em meio a fãs gritando, luzes fortes e explosões.

A entidade completou dizendo que “Michael deve aprender a deixar animais exóticos em paz”., já que o cantor, quando vivia o auge de sua popularidade, criou o rancho Neverland, onde contava com um parque de diversão e um zoológico particular.

O antigo rei do pop afirmou, no entanto, que fará o possível para utilizar animais no show e ver seus sonhos de um espetáculo sem precedentes na história se realizar.

Pete Townshend revelou à imprensa britânica o que todo mundo já sabia: a banda The Who não existe mais. Ele acredita que mesmo se apresentando ao lado de Roger Daltrey sob o clássico nome, não é possível considerar que a banda exista após a morte de John Entwistle ( 1944-2002):

“Eu costumava fazer parte de uma banda chamada The Who. Hoje em dia ela vive apenas em nossos sonhos. Sou um compositor e guitarrista que – se criar as coisas certas – posso subir no palco com meu velho amigo Roger Daltrey e evocar a velha mágica do Who nos sonhos da platéia”, explicou Pete.

Evocando a mágica

Evocando a mágica

O que o  Townshend “revelou”, na verdade, não é novidade para boa parte dos fãs do Who. Muitos defendem que desde a morte do baterista Keith Moon, em 1978, o que se viu foi um bando de músicos aproveitando  a fama do legendário grupo para somar mais uma grana aos seus cofres particulares.

Sem o baterista da formação clássica, a banda lançou os fracos Face Dances (1981) e It’s Hard (1982), ; e, em 2006, já sem Entwistle,  colocou nas lojas Endless Wire, álbum que estreou bem nas paradas de sucesso graças à marca The Who, alcançando de cara a sétima colocação da Billboard, mas que passa longe dos melhores momentos dos britânicos.

Eu já sabia

"Eu já sabia"

A banda britânica Prodigy, que estourou mundialmente na metade dos anos noventa ao misturar rock com música eletrônica a um visual “clubber”, revelou – com dez anos de atraso – que em 1999 fez a trilha sonora de Uranus Experiment, o primeiro filme pornô realizado na ausência de gravidade.

O longa-metragem adulto foi rodado num avião usado para treinar astronautas e simular a gravidade encontrada fora do Planeta Terra. A banda contou essa e outras histórias curiosas para publicações inglesas. O objetivo? Divulgar o novo disco do grupo, Invaders Must Die, que sai em 23 de fevereiro.

A direção da EMI mandou dizer que está fula da vida com a disseminação de uma apresentação da cantora Lily Allen fazendo cover do single Womanizer, da Britney Spears. Ela executou a música no programa de rádio do produtor Mark Ronson. É óbvio que os fãs copiaram a apresentação e distribuíram nas redes sociais. Muito mole achar este áudio em boa qualidade. Está na capa do canal do selo Parlophone (mesmo selo do Coldplay, Gorillaz e Radiohead) no Youtube (veja logo, porque a EMI tá tirando todos os vídeos do ar),  por exemplo:

Lily Allen fez este cover no último sábado, dia 13, e disse que foi assim: o Mark Ronson pediu alguma coisa que nunca tivesse tocado no programa dele e a cantora tinha a faixa no celular. Aí, pediu que o produtor comentasse e tal, mas não ripasse a música. Mark Ronson mandou ver e só restou à Lily Allen agradecê-lo por metê-la nessa confusão com a própria gravadora.

A cantora jura que só fez o cover porque realmente ama a Britney e as músicas dela. Fofa, não?

Bom, pra quem esqueceu – ou nem ficou sabendo – a Lily Allen e o Mark Ronson já foram parceiros num outro projeto: o disco Version. Nele, o produtor selecionou algumas canções para dar uma outra cara. Valerie, do Zutons, que a Amy Winehouse já tocava por aí, ganhou uma nova mixagem. Toxic, da Britney Spears (olha a Britta aí de novo!), Apply Some Pressure, do Maxïmo Park, e The Only One I Know, dos Charlatans UK, são apenas algumas das faixas que foram relidas para este disco. Outra, que acabou ganhando um clipe sensacional, com direito a participação dos pais da obra e tudo, foi Oh, My God, sonzasso do Kaiser Chiefs, que no disco do Mark Ronson foi interpretado pela Lily Allen. O clipe ficou assim:

sepultura_estudio

Por MAURÍCIO RAMOS

O Sepultura mostra que o bom trash metal nunca morre. Ao contrário, apresenta um álbum que deixa bem claro: está em boa forma. E cada vez mais antenado. Isso porque além de continuar com a mesma pegada que a consagrou, a banda mineira também participou das homenagens à Bossa Nova. Bom para todo mundo: para um novo público, que teve uma visão menos preconceituosa, e para a mídia, que vem aprendendo a dar o valor merecido à banda e ao próprio Sepultura. Tentando se desfazer das sombras dos Cavalera, Derrick Green mostra que tem carisma ao cantar em português no comercial de carro e no Grammy Latino e Jean Dolabella honra o sobrenome e mostra que é bom de porrada e espanca a bateria provando que Iggor Cavalera faz falta, mas não é insubstituível.

A-Lex (“Sem Lei”, em latim) é a prova viva da fase que vive o Sepultura. Inspirado no livro Laranja Mecânica, a banda mistura seu tradicional trash metal com violões e piano além da nova estratégia de adotar um repertório estruturado com poucos refrões. As músicas surgiram de improvisações em estúdios e talvez por isso haja um excesso de temas instrumentais (A- Lex I, II, III e IV além de Ludwig Van) que não passam perto do clássico Kaiowas.

O álbum pode ser considerado um dos melhores da nova fase da banda (leia-se sem Max Cavalera) e pode mostrar ao Brasil e ao mundo que We’ve Lost You e The Experiment são dois petardos com selo de qualidade Sepultura.

Notas dos GARIS
1. O disco foi apresentado aos jornalistas em agosto e será lançado somente no dia 26 de janeiro, mas já vazou na internet.
2. Na próxima segunda-feira, dia 15, o Sepultura vai gravar em São Paulo o clipe da faixa We’ve Lost You. Os 30 primeiros fãs que mandarem e-mail para clipe@sepultura.com.br, com nome e telefone, poderão participar da filmagem, que vai rolar das 15h às 21h na Av. Eng Luis Carlos Berrini. É óbvio que, se você não estiver em São Paulo na segunda-feira, não vai se inscrever, né?

1 – A filha do rei do rock n´roll, Lisa-Marie Presley – aquela mesma que foi casada com Michael Jackson, utilizou “os serviços” de um médium para apresentar o pai, Elvis, para suas filhas gêmeas recém-nascidas. Fico imaginando a cena: “Filhinhas, esse fantasma aqui é seu avô.”Elvis Fantasma

 

2- A banda The Gossip, da gordinha “mais charmosa” do rock n´roll, Beth Ditto, não veio ao Brasil, mas aproveitou a folga para lançar uma música nova, 1000 things. O som pode ser conferido no myspace do grupo. Além da música nova, o guitarrista postou uma mensagem dizendo que o próximo álbum do Gossip – sucessor de Standing in the way of control, de 2006 – terá como principais influências chá verde, a banda britãnica The Fall, luvas de couro pretas e apertadas e o duo pop inglês Eurythmics. O disco – que deve ser no mínimo curioso – sai do forno em 2009.

3-O site do R.E.M retificou a informação de que o Travis abriria o show da banda no Rio de Janeiro, dia 8 de novembro no HSBC Arena. Agora, o responsável para aquecer a galera carioca será Fernando Magalhães,  guitarrista do Barão VermelhoMagal tem um projeto solo de rock instrumental maneiríssimo. Escute aqui.

 

 

E os Smurfs completam hoje 50 anos. Sim, senhores! Meio século daquelas criaturinhas azuis espertíssimas, felicíssimas, que moravam em cogumelos e cantarolavam “lá lá lálálálá lálá láláááá”. Não sabe o que são os Smurfs? A Wikipedia explica:

Smurf Cozinheiro e Smurfete na frente de casa

Smurf Cozinheiro e Smurfete na frente de casa

Os estrumpfes (no Brasil, smurfs, e também “strunfs” no início das publicações), ou Les Schtroumpfs em francês, são personagens criados pelo ilustrador belga Pierre Culliford . Apareceram pela primeira vez em 1958, na história de Johan et Pirlouit, “A Flauta de 6 estrumpfes” (publicada no comic belga Spirou).

No Brasil, são conhecidos principalmente graças a uma série de desenhos animados produzida pela Hanna-Barbera Productions e transmitida pela Rede Globo na década de 1980. Mas, antes disso, foram publicadas HQs.

Descrição

São pequenas criaturas azuis, semelhantes a duendes, que vivem em casinhas em forma de cogumelo, numa aldeia escondida no meio da floresta.

São governados pelo sábio Papai Smurf (ou Grande Strunf no início das publicações), que tem um gorro vermelho, ao invés do popular gorro branco dos outros smurfs.

As únicas personagens femininas são a loira Smurfete e a pita Sassete, apesar disso no filme que sairá em novembro de 2008, apareceram várias smurfs do sexo feminino. Outros personagens marcantes são o smurf dos óculos [Gênio], um tipo irritante armado em sabe-tudo e o Smurf Ranzinza, tão mal-humorado e pessimista que chega a ser tremendamente cómico.

Nos arredores da aldeia dos smurfs, vive o feiticeiro Gargamel e seu gato Cruel. O feiticeiro persegue os estrumpfes smurfs.

Inicialmente precisava deles como ingrediente em uma fórmula para obter ouro, mas depois de repetidos falhanços, a simples possibilidade de vingança é motivação suficiente.

Considerações:

1. Quem não tinha no colégio um coleguinha esquisito que foi apelidado Gargamel? Coitado…
2. Vai ter filme dos Smurfs nos cinemas neste fim de ano e a possibilidade de decepção com este tipo de adaptação é grande, mas eu vou ver mesmo assim!
3. Mate a saudade com o episódio O Rei dos Smurfs, dividido em duas partes:


Anão de jardim passeando

Anão de jardim passeando

Fato é que tem um sujeito resolveu comemorar e comprou 500 fantasias de Smurfs pra vender em uma loja. Como encalharam, mandou um funcionário fazer um tour europeu, fotografando em pontos turísticos, vestido de Smurf. Tipo o anão de jardim da Amélie Poulain. A história completa está no G1, mas o que importa, mesmo são as imagens. E as imagens a gente mostra a seguir, copiadas do G1, que copiou do This Is Hampshire.net.

A viagem do Smurf

A viagem do Smurf

ih, vazou!

The Cure: ih, foi mal; vazou!

Já está nos mais eficientes sistemas de compartilhamento de arquivos online o novo disco do Cure, 4:13 Dream. De acordo com o Did it Leak, apesar de algumas faixas soltas já terem vazado antes, o disco inteiro só caiu na rede hoje, uma semana antes do lançamento oficial no Reino Unido. O álbum 4:13 Dream é o 13º disco de estúdio do Cure; o primeiro de inéditas desde o auto-intitulado, lançado há quatro anos.

Te interessa? Então baixa aí e vem aqui contar o que achou.

E aí? Já ouviu o disco novo do Keane, Perfect Symmetry, lançado na última segunda lá na Inglaterra? Nós já! Na verdade, desde o vazamento, no dia 7. Mas essa parte é melhor não contar, pra não pintar sujeira. Dá uma ouvida aí no MySpace do Keane que, ainda hoje, a gente vem aqui contar o que achou. Ah, se bobear, a gente dá o link pro download do disco inteiro, se você não for bom disso… hehehe. Te interessa?

Mesmo porque o disco só sairá por aqui no dia 28. Será o penúltimo país onde o petardo será lançado, ficando à frente apenas de Taiwan. Que coisa!