Eis que, em dias de cultura pasteurizada e hereges que intencionalmente nos empurram hardcore e emo (nada contra nenhum estilo, mas tudo contra os enganadores), dias em que as rádios e a MTV são dominadas por musiquinhas mal-feitas que se dizem R&B, que os íncones da black music são cantores e cantoras da elite branca, a gente tende a pensar que tudo está perdido. O presente é uma porcaria e o futuro será pior.

Nada disso, pessoal! O passado foi bacana, mas não adianta querer viver de memórias. Vamos contsruir a música! Em Londres, a cena punk volta a aparecer efervescente, como nos anos 70, mas usando a tecnologia a seu favor e, desta forma, deixando aquele cheirinho de naftalina pra lá. Bandas boas? Bandas ruins? Só o tempo dirá. O importante é a cena existir.

Conheci, via programa Santos da Casa, da Rádio Universidade de Coimbra – 107,9 FM, lá em Portugal, uma banda inglesa que toca punk de raiz… hehehe. Sim! Aquilo que a gente ama. O melhor: o som lembra o Sex Pistols, mas a postura e a estética são mais The Clash. O nome dos caras: The Parkinsons.

Enjoy the noise, gajos! A seguir, o clipe de Bad Girl, que você NÃO VÊ no Top 10 da MTV.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s