VMB 2008: Bloc Party decepciona

Publicado: 3/outubro/2008 em Me engana que eu gosto, Pop, Se fosse no Tibete...
Tags:, , , , , , , , , , ,

NO MAIS, PRÊMIO É PRÊMIO E A MTV SABE FAZER ISSO MUITO BEM

[Os links no texto levam a vídeos dos shows ou a notícias externas]

não sabe!

Bloc Party: não sabe!

A banda indie britânica Bloc Party foi responsável pela luz opaca emitida pelos raios catódicos da minha TV ao assistir à premiação Video Music Brasil (VMB), transmitida ao vivo pela MTV na noite desta quinta-feira (2). O grupo mais esperado – e mais alardeado pela emissora – apresentou duas músicas: a nova Talon e a estouradíssima Banquet. Ambas em playback. Depois leva porrada de punk e fica com cara de Netinho de Paula… Bom, sei que as vaias começaram entre uma música e outra e eles deixaram o palco ainda sob vaias do público, que só acalmou quando o mestre de cerimônias Marcos Mion voltou ao palco rindo e alfinetou: “Quem sabe faz ao vivo”. Foi aplaudido.

Marcos Mion, aliás, manteve o prêmio em suas mãos, ao descer do teto do Credicard Hall, em São Paulo, amarrado a balões, reclamando que estava perdido e que seu GPS não funcionava, numa “homenagem” ao padre Aderli, o Padre Alado. Imitou os concorrentes a clipe do ano. Mas vamos falar dos shows, que é o que realmente importa. Logo depois rolou uma abertura bem bacana com o Ben Harper tocando duas músicas ao vivo: uma com a banda dele, o Innocent Criminals, e outra com Vanessa da Mata. Bons músicos, bom som, boas canções, mas nada que empolgasse muito o público adolescente que estava lá.

O segundo show, que marcou a estréia oficial da banda Nove Mil Anjos, com Pery (vocal), Peu (guitarra/ ex-Pitty), Champignon (baixo/ ex-Charlie Brown Jr.) e [Sandy &] Junior (bateria), mostrou aquilo que todos já sabíamos: trata-se de um produto, com jeitinho rebelde, mas criado a leite com pêra. Não se sustenta.

Banda dos sonhos

Chimbinha, Barone e D2: banda dos sonhos

Depois, os músicos presentes votaram, ao vivo, na Banda dos Sonhos, já que, há três anos, a audiência escolhia praticamente a mesma formação: Pitty (vocal), Fabrício (guitarra/ Hateen), Champignon (baixo) e Japinha (bateria/ CPM-22). Resultado: João Barone (bateria/ Paralamas do Sucesso), Bi Ribeiro (baixo/ Paralamas), Chimbinha (guitarra/ Calypso) e Marcelo D2 (vocal). Mandaram bem. Boa essa idéia da MTV de banir o público da votação. Talvez pudesse ser ampliada no ano que vem, já que ninguém consegue me convencer que Pela Última Vez, do NX Zero, ganhou de Boa Sorte/Good Luck, da Vanessa da Mata com o Ben Harper, que tocou em todas as rádios, rendeu muitos programas de TV e, apesar do sucesso, é uma boa música. E olha que tem sido muito difícil música boa fazer sucesso por aqui.

O Bonde do Rolê veio e fez o papel dele: animar a noite. Depois chegaram Pitty e Cascadura, dois bandões, com Inside the Beer Bottle, um tributo massa a outra grande banda do rock nacional, Úteros em Fúria, emendando com Hey Jude no final. Pitty encerrou a apresentação e sentenciou que “playback de cu é rola”. U-hu!

Andreas Kisser fez jus à homenagem

Andreas Kisser fez jus à homenagem

Em seguida, Andreas Kisser levou sua guitarra ao palco e, numa rápida apresentação solo, fez valer a homenagem especial da noite.

O último show, oportunamente apresentado por Joelma e Chimbinha, reuniu Fresno e Chitãozinho e Xororó. Oportunamente porque foi brega. E a mistura da Fresno com Ch&X só não foi a mais bem feita da noite, porque Pitty e Cascadura são muito bons. Fato é que não existe nada mais emo que música sertaneja e nada mais caipira do que o emo way of life – os caipiras que me desculpem!

O encerramento, em tom de We Are The World, reuniu vários indicados para cantar Furfle Feelings, com direito a dueto mela-cueca dos apresentadores Marcelo Adnet e Marcos Mion, durante o qual a platéia pediu beijos, a exemplo do que ocorreu na edição 2006 entre Cazé Pessanha Peçanha [valeu, Nádia!] e o próprio Mion.

A participação de Adnet, aliás, não se resume a isso. Durante a premiação, no final de cada bloco, ele e o Felipe Rocotta Kiabbo faziam imitações para resumir o que rolou.

Sugestões para o próximo ano: mantero o Mion apresentando, se não aparecer ninguém muito melhor; não deixar rolar playback, porque é muito feio; deixar a classe artística escolher mais ganhadores e deixar o público influenciar menos (nos ganhadores, porque a influência no roteiro da premiação funcionou bem).

LISTA DE VENCEDORES

Artista do ano: NX Zero
Hit do ano
: NX Zero, “Pela Última Vez”
Melhor clipe:
NX Zero, “Pela Última Vez”
Melhor show:
Pitty
Melhor artista internacional
: Paramore
Revelação:
Strike
Aposta MTV:
Garotas Suecas
Webhit do ano:
Dança do Quadrado
Banda dos Sonhos:
João Barone (bateria), Bi Ribeiro (baixo), Chimbinha (guitarra), Marcelo D2 (vocalista)

Fotos do iG.

Anúncios
comentários
  1. selma disse:

    As Garotas Suecas são inspiradoras das Suekas de Bikini??? Senti um traço qq de semelhança…hummm…Vou pro You Tube procurar a dobradinha da Pitty com o Casca. Ganhas de dendê!!!!!\m/

  2. Rachid disse:

    Pitty e Cascadura foram muito bons mesmo,salvaram a noite *-* (:

  3. Raphael disse:

    Bloc Party foi triste demais, pior que eu fui ver com uma puta expectativa para no fim fazerem essa m#rda de playback.

    Mion como sempre mandando muito bem, Pitty e o Fresno com Ch&X foram o que valeram a noite se tratando de músicas. Ri muito com o Furfles Feelings também.

    Ah, fora o Bloc Party, fiquei decepcionado com o Bonde do Rolê… Nunca tinha ouvido-os com esse nova formação… Fiquei decepcionado. Espero que tenha sido uma má impressão de primeiro impacto, porque eles têm muita coisa divertida pra caramba.

  4. Pri Bloghetchy disse:

    Eu fui ao VMB, Mion mandou muuuito bem!!! Na parte do Blocv Party, ahaua mandou o “quem sabe faz ao vivo!” …aía galera apaludiu e ele falou> Pensei que só eu tinha reparado(que era playback)…ahauahauaahau morri de rir!!!! Adnet tb arregaçou…só ele e Mion têm levado akela emissora nas costas…

  5. Grace disse:

    Fresno e Ch&X pra mim foi o melhor show da noite, mesmo eu nao gostando de nenhum dos dois sozinhos… Pitty arrasou e realmente foi tosquera demais aquilo do bloc party, eu nem conhecia a banda e depois daquilo nem vou querer conhecer mesmo.

    mion e adnet tavam fodas e o furfles feelings ao estilo we are the world ficou ótemo! haha xD

    tirando o piti do di (“emo é o caralho”) e a mina do bonde do rolê chapada, tava tudo okay
    yes mion pelado \o/

  6. souad2 disse:

    meu o bloc party,foi a pior parte do VMB,a melhor foi a homenagem ao furlfes feelings muito legal aquela musica

  7. patyb disse:

    Eu achei a apresentação do Bloc Party realmente muito porca, mereceu a vaia toda… mas resta descobrir se quem errou na aposta foi a banda ou a MTV.

    Eu também apoio participação limitada do público nas votações. Principalmente se o público quer votar numa premiação de música sem entender de música. Acho que a votação com os próprios artistas caiu muito bem.

  8. Felipe disse:

    Olá, será que poderíamos fazer uma parceria?
    Se a resposta for positiva, me avisa que eu coloco seu link no meu blog.

  9. Felipe disse:

    A propósito, o link do meu blog é catedraldomedo.worpress.com

  10. chiveta disse:

    bizarro o Bloc Party!
    a MTV tem que divulgar quem escolheu fazer playback, a banda, a gravadora ou a própria MTV (acho que não, né?)…

  11. Bertrand disse:

    Apesar da triste performance do Bloc Party, o que valeu mesmo a noite foi o “Quem sabe faz ao vivo”. Depois dessa piada, tudo que o Bloc Party fez, para mim, foi mais uma piada e tiração de sarro do show.

    Estava ouvindo falar do show que eles vão fazer em novembro, mas agora confesso que não estou mais curioso para ve-los de novo por aqui.

  12. […] o assunto rendeu e nós batemos nosso recorde histórico. Somente este post sobre o VMB foi visto mais de oitocentas vezes. Valeu, […]

  13. Bap disse:

    Lixeira bombando!

  14. Nádia disse:

    Legal o post, parabéns!

    Só pra lembrar, é Cazé Peçanha e não Pessanha.

    Bjus!

  15. sérgio disse:

    a mtv deixou de ser interessante há um bom tempo e parte da culpa é da cena pop brazuca, que é de quinta categoria. onde já se viu um mundo onde idiotas como o chorão, nx zero e outros do mesmo calibre estão entre as principais influências musicais e ideológicas da molecada?
    o que mais me impressiona é que a cena alternativa está repleta de bandas legais que fazem um som pop que, se tocasse no rádio, conquistaria um público considerável, oferecendo, assim, novas possibilidades pro povão. o jabá está acabando com a nossa sempre capenga cultura pop…
    e essa do bloc party? essa foi de lascar. fez lembrar o esquecível globo de ouro e outros programas de auditório… que vergonha… já tô até pensando nos shows do próximo mês: vão ter que se desdobrar pra apagar a imagem que “conquistaram” e já vão subir no palco perdendo de 1×0… enfim, nada se salvou como infelizmente já era de se esperar…

  16. […] A festa do Bloc Party Ir aos comentários O GARI aqui foi ontem ao Circo Voador, no Rio de Janeiro, assistir ao show do Bloc Party. Como todos esperavam, foi um showzasso! Como nem todos esperavam, foi ao vivo. Conseguiram se redimir muito bem do mico pago no mês passado, durante a premiação da MTV Brasil. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s