Tenor ou dublador?

Publicado: 9/abril/2008 em Momento TV Fama (ok, ok)
Tags:, ,

E ta lá na Folha Online:

O tenor italiano Luciano Pavarotti, que morreu em 2007, cantou em playback durante a cerimônia de abertura da Olimpíada de Inverno de 2006, em Turim, revela um livro publicado hoje na Itália escrito pelo maestro e pianista Leone Magiera, que acompanhou o artista durante toda a sua carreira.

“Nos últimos anos, a figura de Luciano tinha piorado, assim como suas escolhas musicais”, escreve Magiera no livro intitulado “Pavarotti Visto da Vicino” (“Pavarotti Visto de Perto”, em tradução livre), no qual conta sua trajetória profissional ao lado do tenor.

“Apesar das dores cada vez maiores que sofria –provavelmente aviso da doença que o levou ao túmulo– e de ser obrigado a se movimentar em uma cadeira de rodas, Pavarotti quis participar do espetáculo de abertura dos jogos de Turim”, diz um trecho do livro.

“Todos acharam que era uma transmissão ao vivo, mas na verdade foi muito diferente”, afirma o maestro.

Magiera narra então como gravou com a orquestra a ária “Nessun Dorma”, de Giacomo Puccini, e depois levou o registro a um estúdio de Modena, cidade natal de Pavarotti.

Segundo o pianista, o tenor cantou sobre a gravação da orquestra com uma voz quase intacta e que o fez sentir calafrios.

“Na noite do espetáculo de abertura, a orquestra fingia tocar para o público, eu fingia conduzir e Luciano fingia cantar”, disse Magiera.

Magiera é casado com Lidia La Marca, ginecologista, que era amiga íntima de Pavarotti. La Marca assegurou à imprensa que Pavarotti lhe confessou pouco antes de morrer que sua mulher, Nicoletta Mantovani, o “atormentava”.

Após as declarações, Mantovani processou La Marca por difamação.

 

Mas é claro que tinha que processar, né? Agora, veja só: sempre tem um Zé Espertão pra tentar ganhar uma grana com a decadência dos outros. Isso não acontece só com as pessoas, não. Tem gente que ganha dinheiro escrotamente escrevendo livro para detonar instituições, emissoras de TV e de rádio, empresas… Bom, neste caso o alvo foi um dos maiores intérpretes do século XX: Luciano Pavarotti.

Você acredita nessa história? Olha, pode até ser verdade, mas não tira o mérito que só Pavarotti possui por ter popularizado a música erudita, em apresentações solo, com os outros dois tenores ou com astros da música pop, que vão de Frank Sinatra a Mariah Carrey, passando por U2, Queen, Bom Jovi e até o “Rei” Robertão.

E, se foi realmente playback, que se dane! Quem já não fez um playback na vida? Quem já não fingiu trabalhar, fingiu estudar… Tem gente que finge até… Xá pra lá!

Sim! Estamos defendendo o Paratti! Veja a apresentação em questão. Logo depois, a mesma música numa apresentação de 1980.

Jogos de Inverno, Itália (2006)

Nova Iorque (1980)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s